ABC DO SISTEMA SOLAR - NOVAS AVENTURAS

SESSÃO INFANTIL
QUINTAS AS 17h - SÁBADOS e DOMINGOS AS 17h
 

TelaDivulga ABC_Site 01.jpg

      Três crianças estão observando as estrelas quando percebem uma "estrela cadente" e, logo, uma delas faz um pedido: o desejo de fazer uma viagem até a Lua. De repente, as crianças são teletransportadas para uma nave espacial chamada "Observador", que as conduz por uma rica viagem pelos planetas do Sistema Solar. Rumo a novas aventuras, elas verão novas e impressionantes imagens da Terra vista do espaço, dos planetas e da Via Láctea, todas obtidas pelas sondas espaciais e pelo HST (Telescópio Espacial Hubble). 

ATÉ AS FRONTEIRAS DO UNIVERSO

SESSÃO JUVENIL - ADULTO
QUINTAS AS 18h -SÁBADOS  E DOMINGOS AS 19h
 

Montagem_Fronteiras 01.png

   Até as Fronteiras do Universo é uma sessão que transforma o momento no planetário em um Espaço Virtuarium. Levando o visitante a uma viagem imaginária que vai desde os mais antigos conhecimentos astronômicos dos povos antigos às modernas descobertas da astrofísica através de belíssimas imagens do oceano cósmico obtidas pelo Telescópio Espacial HUBBLE.     Oportunidade para o visitante ficar atualizado com o que há de mais moderno sobre o Universo.

A QUINCA, O PITITI E O ALBIREU

SESSÃO INFANTIL
SEXTAS AS 17h - SÁBADOS E DOMINGOS AS 18h
 

Quinca & Pititi_No FUll Dome 01.png

   Os irmãos Quinca e Pititi partem para uma aventura no espaço. Na nave deles está Albireu, um supercomputador que vai guiá-los nessa viagem cósmica. Juntos, eles conhecem de pertinho a Lua, os planetas do Sistema Solar e seguem viagem rumo ao espaço intergaláctico, onde uma grande surpresa e uma série de aventuras acontecem.

A PROCURA POR VIDA. ESTAMOS SOZINHOS?

SESSÃO JUVENIL - ADULTO
SEXTAS AS 18h -SÁBADOS E DOMINGOS AS 20h
 

A Procura Pela Vida - Estamos Sozinhos.jpg

Enquanto os humanos contemplarem o cosmos, nos perguntamos se estamos sozinhos no universo. As mitologias antigas e a ficção científica contemporânea apresentaram respostas imaginativas, mas como a ciência moderna aborda essa questão?