• Curta no Facebook
  • Curta no Instagram

O Céu de Fevereiro

Tradução:

Constelações e objetos do Céu profundo. O céu do Verão (para o Brasil) e do Inverno (no caso do Hemisfério Norte) é cheio de estrelas brilhantes e apresenta uma das melhores regiões do Céu para observações. Orion, o Grande Caçador da mitologia grega , domina o céu do verão. Esta constelação é uma das mais fáceis de reconhecer, no meio dela enconram-se as Trê Marias (como são conhecidas no Brasil). É cheia de estrelas jovens, estrelas na fase final de suas vidas e várias nebulosas.Betelgeuse , um dos " ombros" do Orion , é uma estrela supergigante vermelha cerca de 650 vezes maior do que o Sol. Seu brilho equivale a dezenas de milhares de sóis. Betelgeuse está perto do fim da sua vida . Com o combustível no núcleo da estrela praticamente esgotado, o núcleo está se contraindo e aquecendo-se , fazendo com que as camadas gasosas exteriores da estrela se expanda. Rigel , é um dos " joelhos " do Orion , é um sistema triplo estrelas composto de duas estrelas menores orbitando uma supergigante azul. A estrela supergigante azul tem uma vida útil curta.Estrelas supergigantes azuis são muito mais quentes que o nosso Sol e queimam seu combustível rapidamente.Cinturão de Orion é fácil de detectar. É composto de três estrelas (as Três Marias), cujos verdadeiros nomes são: Alnitak, Alnilam e Mintaka . Abaixo e à esquerdo do Cinturão de Orion , você pode detectar a Grande Nebulosa de Orion . Embora pouco visível a olho nu , é a nuvem de gás difuso mais brilhante do céu noturno. (" Nebulosa " é o nome em latim para "nuvem". ) Um pequeno telescópio revela os detalhes e a grandeza da nebulosa.

Incrustada no interior da Nebulosa de Órion está o Trapézio, um grupo de estrelas quentes e jovens tão brilhante que torna brilhante o gás circundante.Canis Major, o Cão Maior, é o companheiro fiel que segue os passos do caçador Órion. Canis Major é dominado pela estrela mais brilhante no céu noturno , Sírius. Sirius é na verdade um sistema duplo, contendo uma estrela brilhante e outra muito menor, a companheiro mais fraca . Fica apenas a 8.6 anos-luz de distância de nós.Fazendo uma varredura com binóculos, logo abaixo de Sirius você verá um encantador aglomerado de estrelas chamado M41 . Ele contém cerca de 100 estrelas , incluindo várias gigantes vermelhas.As estrelas do aglomerado M41 nasceram juntos e são todas da mesma idade .

Adaptação do texto: Dermeval Carneiro

Texto adaptado de: Tonight’s Sky 

http://hubblesite.org/explore_astronomy/tonights_sky/

Planetário Rubens de Azevedo

Conteúdo e manutenção do site : Prof. Dermeval Carneiro

Fortaleza - Ceará - Brasil